Sindseg SC

Empresas investem em perícia médica

28/04/2008
As seguradoras estão investindo em sistemas mais sofisticados de perícia médica para garantir maior rigor no pagamento de indenizações em seguros de vida. Uma pesquisa realizada pelo mineiro Instituto de Medicina Pericial (Imep) mostrou que mais de 60% dos pedidos solicitados pelos segurados não preenchem os critérios exigidos pelas apólices contratadas.O levantamento, realizado com base nos casos registrados em 2007, mostrou que nos procedimentos de análise de Invalidez por Doença (IPD), 65% das solicitações não atendiam de fato os critérios securitários. Nos pedidos de Diárias de Incapacidade para o Trabalho (DIT), em 60% dos casos os comprometimentos de saúde não justificavam os períodos solicitados às seguradoras. Já nas alegações de Invalidez Funcional por Doença (IFDP), as indenizações não eram cabíveis em 70% dos casos.Na avaliação de seguradoras e dos especialistas do Imep, o alto índice de irregularidade não é uma comprovação de má fé por parte dos segurados. Mas de falta de informação num mercado que ainda está só engatinhando no Brasil, como o de seguro de vida. "Uma pessoa que foi aposentada por invalidez pelo INSS acha que tem automaticamente direito à indenização da seguradora", exemplifica o gerente de produtos de Vida e Previdência da Minas Brasil, Sérgio Canesso . "Mas, pelos critérios do contrato que ela tem com a seguradora, é possível que não seja considerada inválida." Os critérios das seguradoras, lembra ele, não são os mesmos do INSS. (Clipp-Seg Online/Valor Econômico)

Aniversariantes Ver todos

SindsegSC - Rua XV de Novembro, 550 - Sala 1001 - CEP 89010-901 - Blumenau/SC - (47) 3322-6067 - Fale conosco
W2O Softwares para Internet

Melhore sua experiência de navegação:

O navegador que você está usando é ultrapassado e pode estar colocando seu computador em risco!
Recomendamos que você atualize seu navegador ou faça o download de navegadores modernos como os listados abaixo: você vai sentir a diferença!

Fechar Aviso