Sindseg SC

O impacto do Blockchain na indústria financeira: bancos e seguros

12/01/2018

blockchain

Quando pensamos em Blockchain, abrem-se oportunidades que não param de se multiplicar. Embora o Bitcoin já seja fruto disso, ainda há muito a se desenvolver e descobrir; uma verdadeira inovação. Podemos dizer que seria difícil encontrar muitos acontecimentos como esse na história, pois temos a oportunidade de contar com um registro confiável, inalterável e que não é administrado de maneira centralizada. É uma certificação notarial pública, confiável, disponível e descentralizada.

Raúl A. Epstein

Para o setor de seguros, o Blockchain pode oferecer uma série de serviços mais robustos e que não entram em confronto com os já existentes. Isso daria maior transparência, agilidade de processos e uma otimização significativa no custo das transações. E, levando em conta a convergência entre a chegada da era digital com suas inovadoras tecnologias, novos players, que buscam romper paradigmas e gerar melhorias que desagregam partes da cadeia de valor; novo perfil de cliente, exigente, mas disposto a colaborar com a criação do futuro; bem como a evolução do setor, não há dúvida de que o cenário é perfeito para a transformação.

Usar o Blockchain no setor de seguros, cedo ou tarde, terá um efeito disruptivo e levará as empresas a uma mudança de órbita. Portanto, é importante considerar os aspectos que o Blockchain tem potencial de beneficiar e, em alguns casos, mudar totalmente o modelo de negócios das empresas.

Utilidades

 

 

 

Uma prova de que o interesse do setor de seguros por essa tecnologia está crescendo é que várias empresas gigantes uniram forças, em nível global, e fundaram a iniciativa B3i. Trata-se de uma plataforma na qual seus membros podem criar provas eficientes e desenvolver padrões comuns para a indústria, e já conta com 15 membros, como a Allianz, Zurich, Aegon, Generali, Munich RE, entre outros. Por meio dessa iniciativa, essas empresas colaboram para explorar a capacidade do Blockchain e otimizar processos de negócios e cadeias de valor para o setor.

Mesmo em fase de testes, boa parte da pesquisa já realizada sinaliza que existe uma grande oportunidade de se aplicar Blockchain na indústria de seguros. Na América Latina, a penetração do Blockchain, medida pelo uso de Bitcoin, poderia ser resumida em:
Argentina e Brasil, onde a demanda por Bitcoins mais cresce, e Colômbia, onde há o maior interesse em aceitar/legalizar o uso cotidiano de moedas como Bitcoin. Esse país tornou-se referência regional no tema. Há ainda registros de crescimento no uso dessa moeda no México, Chile, República Dominicana e Venezuela.

* Raúl A. Epstein é diretor Head of Insurance Argentina, da everis.

Fonte: Revista Apólice

Aniversariantes Ver todos

SindsegSC - Rua XV de Novembro, 550 - Sala 1001 - CEP 89010-901 - Blumenau/SC - (47) 3322-6067 - Fale conosco
W2O Softwares para Internet

Melhore sua experiência de navegação:

O navegador que você está usando é ultrapassado e pode estar colocando seu computador em risco!
Recomendamos que você atualize seu navegador ou faça o download de navegadores modernos como os listados abaixo: você vai sentir a diferença!

Fechar Aviso